Home
 
 
 
 
 
 
 

28/01/2020

A Graça Não Nos Deixa Permanecer no Pecado

Rm. 6.16-23

Int.- O apóstolo Paulo escreveu esta carta de Corinto, da casa de Gaio, cristão rico daquela cidade, por ocasião da sua terceira viagem missionária. Foi escrita no quarto ano de Nero, imperador de Roma.

      Nesta carta Paulo fala de uma convicção profunda, nascida da experiência. Na estrada de Damasco, de repente, todo o alicerce de obras, raça e caráter foi demolido. Paulo teve uma visão plena do Cristo glorificado. Daí por diante Paulo tinha uma só mensagem: A fé no Senhor Jesus crucificado e ressurreto.

      Paulo não ouviria mais nada, não falaria mais nada; não viveria mais nada. Ele passou a proclamar, dali por diante, que o justo viverá da fé.

      Paulo revela a mensagem que a salvação não vem pelas obras; não vem pela raça; não vem pelo caráter. Há só uma salvação, que vem pela aceitação do evangelho de Cristo, visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé.

      Em Romanos, Paulo mostra-nos o método de Deus para fazer do homem culpado um homem bom. Ele revela a necessidade do pecador e a seguir apresenta o que ele pode receber pela fé: a justiça de Deus, Cristo, nossa justiça.

I- Em Romanos Seis Paulo Ensina Como Viver a Vida Cristã.

- Uma coisa é aceitar o que Cristo fez por nós. Outra coisa é viver de maneira pessoal e real o que Cristo fez por nós.

      Em Romanos Seis há três palavras importantes:

1- Saiba.

- Saiba que Cristo morreu por nós.

V. 3: Ou não sabeis que todos quantos fomos batizados em Jesus Cristo, fomos batizados na sua morte?

2- Considere.

- Considere-se morto para o pecado.

V. 11: Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus, em Cristo Jesus, nosso Senhor.

3- Ofereça-se.       

- Ofereça-se a Deus.

V. 13: Tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniquidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de...

II- A Graça Nos Dá Força Para Rejeitar o Pecado.

V. 16: Não sabeis vós que a quem vos apresentardes por servos para lhe obedecer, sois servos daquele a quem obedeceis, ou do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça?

- Deus deu o livre arbítrio ao homem.

- O homem tem o poder da escolha.

- Antes éramos escravos do pecado e do Diabo. Agora somos servos da justiça e vivemos para Deus.

V. 14: Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.

- Como salvos em Cristo Jesus, decidimos no nosso livre arbítrio obedecermos a Deus e a sua justiça.

- E dessa forma o pecado não tem mais domínio sobre nós.

I Jo. 3.9: Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de Deus.

- Aqui no versículo fala: “Porque a sua semente permanece nele”.

- O salvo em Cristo Jesus tem a graça de Deus em sua vida. E essa graça nos dá a força para rejeitarmos o pecado.

- É pela graça de Deus que somos salvos.

Ef. 2.8: Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus.

- Essa graça nos tirou de um mundo de pecado e nos transportou para o reino de Cristo Jesus.

- A graça de Deus nos deu vida espiritual.

- Antes estávamos mortos em ofensas e pecados.

Ef. 2.1: E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados.

- Agora estamos vivos espiritualmente.

- Estamos vivos para Deus.

Ef. 2.5: Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos).

- Quando aceitamos a Jesus como Salvador, recebemos a graça de Deus.

I Co. 1.4: Sempre dou graças ao meu Deus por vós pela graça de Deus que foi dada em Jesus Cristo.

- Paulo se regozijava pela graça que os crentes haviam recebido.

- Porque Paulo via que eles conseguiam viver o evangelho de Cristo através dessa graça.

- Por nós mesmos não conseguimos viver o evangelho de Jesus Cristo.

- Mas a graça de Deus nos capacita a viver o evangelho de Cristo.

Rm. 5.2: Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes; e nos gloriamos na esperança da glória de Deus.

- Paulo diz aqui que estamos firmes por causa dessa graça.

- O que é graça?

- É o favor imerecido de Deus concedido ao homem.

- Graça também é o poder que Deus concede ao crente para servir a Deus.

- O crente só consegue se desviar do pecado por causa da graça de Deus na sua vida.

- A graça faz aumentar o temor de Deus no coração do crente.

- Valorize a graça de Deus.

- Busque mais dessa graça em sua vida.

Ef. 4.7: Mas a graça foi dada a cada um de nós segundo a medida do dom de Cristo.

- Deus tem uma medida de graça para cada crente.

- Mas para chegar no ponto da medida do dom de Cristo precisamos buscá-la.

II Tm. 2.1: Tu, pois, meu filho, fortifica-te na graça que há em Cristo Jesus.

- O crente deve se fortalecer na graça de Cristo Jesus.

- É com essa graça que vamos vencer o pecado.

- É com essa graça que vivemos a vida cristã.

- É essa graça que nos faz estar em comunhão com Deus.

- O crente pode ser forte na graça.

- É a graça que trás alegria ao coração do crente.

- É a graça que nos anima a vir para os cultos servir a Deus.

- É a graça que nos trás desejos de ler a Bíblia e de orar.

- Quem não tem graça, não tem ânimo em vir para os cultos.

- Quem não tem graça, é presa fácil do pecado.

- O termômetro da vida cristã do crente é a graça de Deus.

Rm. 8.2: Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte.

- Quer dizer: a graça de Deus na vida do crente o livra do pecado e da morte espiritual.

- Esta graça de Deus em tua vida tem te livrado do pecado e da morte.

III- A Graça de Deus Nos Faz Servos de Deus.

- Deus é o nosso redentor.

- Quando Jesus deu a sua vida para pagar a nossa dívida, Ele adquiriu direito legal sobre todos os que receberam o seu sacrifício. Dessa forma, de agora em diante somos de Deus.

I Co. 6.19: Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?

- Agora somos propriedade de Deus.

- O Espírito Santo de Deus habita em nossos corações.

V. 18: E libertados do pecado, fostes feitos servos da justiça.

- Quando aceitamos a Cristo Jesus como salvador, mudamos de lado.

- Passamos a ser servos da justiça.

V. 19: Falo como homem, pela fraqueza da vossa carne; pois que, assim como apresentastes os vossos membros para servirem à imundícia e à maldade para maldade, assim apresentai agora os vossos membros para servirem à justiça para santificação.

- Quando estávamos no pecado servíamos a imundícia e a maldade, agora servimos a justiça para a santificação.

- Agora fazemos o que é correto, aquilo que agrada a Deus, por causa da graça de Deus que está em nosso coração.

V. 22: Mas agora, libertados do pecado e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna.

- Agora somos servos de Deus.

- Agora o nosso fruto glorifica o nome do Senhor.

- Agora libertados do pecado porfiamos para alcançarmos a vida eterna.

Conclusão: Você agora tem a graça de Deus na sua vida.

- O pecado não tem mais domínio sobre você.

- A graça de Deus te capacita a viver uma vida vitoriosa em Cristo Jesus.

- A graça de Deus te faz ter nojo do pecado.

- A graça de Deus te faz a não permanecer no pecado.

- A graça de Deus faz o crente viver segundo a Palavra de Deus.

V. 23: Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus, nosso Senhor.

- A graça de Deus nos livra do poder do pecado.

- O pecado não tem mais domínio em nossa vida.

 

 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos