Home
 
 
 
 
 
 
 

                     14/09/19

A Importância do Crente Ser Forte

I Co. 16.13

Int.: O apóstolo Paulo em sua segunda viagem missionária em companhia de Silas e Timóteo chegou na cidade de Corinto, uma cidade idólatra e pagã e ali Paulo pregou o evangelho de Jesus Cristo e fundou a igreja de Corinto. Paulo ficou em Corinto um ano e seis meses.

      Paulo em Corinto não pregou um Cristo conquistador, ou um Cristo filósofo, mas Paulo pregou o Cristo crucificado e humilde.

      E a pregação de Paulo em Corinto não consistiu em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração do Espírito e de poder.

      E agora nas recomendações finais aos crentes de Corinto, Paulo exorta:

V. 13: Vigiai, estai firmes na fé, portai-vos varonilmente e fortalecei-vos.

I- A Interpretação do Texto.

      Paulo orienta aos crentes fiéis de Corinto a ficarem alertas. Na versão antiga diz: “Sede vigilantes”.

      A orientação de Paulo é que os crentes deveriam dar atenção às coisas que aconteciam. A situação era tão ruim que nem Apolo, um dos grandes pregadores, queria ir aquela igreja. Paulo diz, vejam o que vocês estão fazendo.

      Não permitam que ideias, palavras, doutrinas falsas ou outra qualquer coisa atrapalhem a vida cristã de vocês. Estejam alertas. Estejam preparados para tudo.

      Por que Paulo disse aos crentes de Corinto vigiar?

A) Por Causa de Três Motivos:

1- Por causa da nossa natureza pecaminosa (a carne é fraca).

I Co. 6.18: Fugi da prostituição. Todo pecado que o homem comete é fora corpo, mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo.

II Tm. 2.22: Foge também dos desejos da mocidade; e segue a justiça, a fé, a caridade e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor.

2- Por causa do Diabo.

I Pe. 5.8: Sede sóbrios, vigiai, porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar.

Ef. 4.27: Não deis lugar ao diabo.

3- Porque Jesus vai voltar.

- A trombeta vai soar e a igreja vai ser arrebatada.

Mt. 24.42: Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor.

II- Estejam Firmes na Fé.

- Estar firme na fé é estar firme nas convicções de fé que um dia Jesus nos deu.

Hb. 10.23: Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança, porque fiel é o que prometeu.

- Estar firme na Palavra que abraçamos um dia.

- Estar firme no conjunto de doutrinas bíblicas que norteiam nossos passos.

- Estar firme na fé é não se deixar abalar por nada nem por ninguém, firmando-se em Cristo, e na autoridade da sua Palavra.

- Para nos ajudar a firmar a nossa fé o Senhor tem uma forma interessante de trabalhar em nossa vida.

- Ele permite problemas e dificuldades em nossa vida.

- Ele permite injustiças.

- Ele permite enfermidade.

- Ele permite desemprego. E até luto.

- Mas o propósito maior é fazer-nos confiar em Deus e no Seu agir.

- Deus fortalece a nossa fé nas experiências da vida.

Rm. 8.28: E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados por seu decreto.

- Tudo o que acontece em nossa vida tem um propósito de Deus para o nosso bem.

- O filósofo Friedrich Nietzsche disse uma frase: “Aquilo que não me mata, só me fortalece”.

- Esta frase é uma verdade que nós podemos tomar também na vida de fé.

- As lutas e problemas vão fazer-nos fortalecer na fé.

- Porque vamos buscar mais a Deus em oração.

- Isto nos faz quebrantar na presença de Deus buscando o Seu socorro.

III- Portai-vos Varonilmente.

- Quer dizer: “Sejam Corajosos”.

- Paulo sabia que os problemas eram muitos.

- Tinha gente que falava mal do apóstolo e que talvez, com a chegada da carta, fossem agir para desmerecê-la entre os irmãos.

- Mas as ações de mudança precisavam ser feitas.

- Aquela igreja precisava disciplinar irmãos que difundiam heresias, viviam no pecado, criavam discórdias e problemas na comunhão.

- Para que isto acontecesse era preciso ter coragem.

- Coragem é a marca de um cristão verdadeiro.

- Coragem é algo dado pelo próprio Cristo, quando precisamos enfrentar os nossos próprios pecados.

- Assim Paulo conclama, vocês vão enfrentar muitas dificuldades e gente má, mas sejam corajosos.

- É preciso ter coragem para lutar contra o mal, contra o pecado, contra os enganadores.

IV- Fortalecei-vos.

- Quer dizer: “Sejam Fortes”.

- Literalmente, esta expressão diz: aumentem sua força.

- Parece que Paulo sabia que para enfrentar problemas, aqueles irmãos fieis deveriam buscar capacitação, treinamento, na fonte de força única que temos, que é Cristo, por meio da Bíblia.

- Jesus afirmou que quando conhecemos a verdade, ela nos liberta.

- E com o conhecimento da Palavra vamos enfrentar aqueles que tentam nos enganar.

- É estudando a Bíblia com seriedade e dedicação, é participando dos cultos, ouvindo e guardando as mensagens, é estudando com outros irmãos que nos fortalecemos na palavra.

- E de posse da Palavra de Deus, nem o diabo pode contra nós.

- Ser forte envolve conhecer a Palavra e manter-se em comunhão com Deus, pela oração feita em nome de Jesus.

Ef. 6.10: No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder.

- Todos os dias o crente deve ler a Bíblia e orar.

- Assim você terá forças para enfrentar o inimigo, que usa situações e pessoas para nos desanimarem na fé.

- Orando e conhecendo a Deus pela Bíblia, aprendemos como agir.

Conclusão: O propósito de Paulo com esta exortação é que nenhum irmão se perdesse ou fosse enfraquecido pelo inimigo.

- Se não agirmos assim, estaremos deixando o inimigo entrar em nossa guarda e nos tirar da presença de Deus.

 

 

 

 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos