Home
 
 
 
 
 
 
 

09/04/2019 

                   O Perigo do Orgulho no Coração do Crente

I Cr. 21.1-15

Int.- Davi era o rei de Israel, e reinou durante quarenta anos a nação de Israel. Davi era o rei segundo o coração de Deus.

II Sm. 7.8: Agora, pois, assim dirás ao meu servo, a Davi: Assim diz o Senhor dos Exércitos: Eu te tomei da malhada, de detrás das ovelhas, para que fosses o chefe sobre o meu povo, sobre Israel.

      Davi teve um reinado de conquistas e de vitórias, dando grandes vitórias para Israel, porque Deus estava com ele.

      Davi venceu os filisteus, os moabitas, os siros, os amonitas, os amalequitas, os edomeus.

I Cr. 18.13: E o Senhor guardava Davi, por onde quer que ia.

- Davi era crente, Davi tinha o temor de Deus no coração.

- Em toda a batalha que Davi ia guerrear ele consultava a Deus antes.

- Não importasse se o exército que ele fosse enfrentar era maior ou menor do que o de Israel.

- Davi procurava saber a vontade de Deus.

- Davi confiava mais em Deus no que no homem.

I Cr. 14.11: Então consultou Davi a Deus, dizendo: Subirei contra os filisteus e nas minhas mãos os entregarás? E o Senhor lhe disse: Sobe, porque os entregarei nas tuas mãos.

- Assim fazia Davi em todas as suas batalhas e Deus estava com ele.

- E com isso o reino de Davi aumentou grandissimamente, e seu exército se multiplicou e Davi se tornou próspero.

I- Satanás Incita a Davi a Numerar a Israel.

V. 1: Então Satanás se levantou contra Israel e incitou Davi a numerar a Israel.

- Davi era crente e temente a Deus.

- Mas mesmo assim Satanás incitou a Davi a contar o povo.

- Satanás pode não entrar no coração do crente, mas ele pode incitar o crente.

- O plano de Davi de contar o povo não era mau. Davi errou em sua atitude: Davi quis vangloriar-se. Ele queria saber quantos israelitas estavam sob seu comando para se orgulhar.

V. 2: E disse Davi a Joabe e aos maiorais do povo: Ide, contai a Israel desde Berseba até Dã; e trazei-me a conta, para que saiba o número deles.

- Joabe estava apreensivo quanto à ordem arrogante de Davi, pois um recenseamento traria castigo não somente ao rei, mas também aos cidadãos inocentes, os quais Joabe cita como os servos de Davi.

- Joabe mostrou a Davi que, se ele pusesse em prática as suas decisões, ele, fatalmente, teria de prestar contas pelos resultados que viriam.

- Davi no inicio do seu reinado orava para que Deus o guardasse da soberba.

Sl. 19.13: Também da soberba guarda o teu servo, para que se não assenhoreie de mim; então serei sincero e ficarei limpo de grande transgressão.

- Mas depois Satanás conseguiu incitar a Davi no orgulho para que contasse o povo.

- Deus abomina a soberba e arrogância do homem.

Pv. 8.13: O temor do Senhor é aborrecer o mal; a soberba, e a arrogância, e o mau caminho, e a boca perversa aborreço.

- O crente que se deixa levar pelo orgulho entristece a Deus.

- Deus não se agrada do que crente soberbo.

- O crente que insiste na soberba vai ter a sua queda.

Pv. 16.18: A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda.

- O orgulho nos afasta de Deus.

- Deus resiste ao soberbo.

Tg. 4.6: Antes, dá maior graça. Portanto, diz: Deus resiste aos soberbos, dá, porém, graça aos humildes.

- O crente que é soberbo perde a graça de Deus.

- O coração do crente soberbo vai ficando carnal e se distanciando de Deus.

- Mas aquele crente que é humilde, Deus dá a sua graça.

- O crente que é depende de Deus recebe a graça de Deus.

V. 4: Porém a palavra do rei prevaleceu contra Joabe; pelo que saiu Joabe e passou por todo o Israel; então voltou para Jerusalém.

V. 5: E Joabe deu a Davi a soma do número do povo; e era todo o Israel um milhão e cem mil homens, dos que arrancavam espada; e de Judá quatrocentos e setenta mil homens, dos que arrancavam espada.

- Eram muitos os homens de Israel e de Judá que Davi contou.

- Isso era apenas para satisfazer o coração soberbo de Davi.

- Ele queria se orgulhar do crescimento do seu reino.

II- A Contagem de Davi Pareceu Mal aos Olhos de Deus.

V. 7: E este negócio também pareceu mal aos olhos de Deus, pelo que feriu a Israel.

- Toda soberba do homem vai parecer mal aos olhos do Senhor.

- Foi quando Davi reconheceu o seu pecado.

V. 8: Então disse Davi a Deus: Gravemente pequei em fazer tal coisa; porém agora sê servido tirar a iniquidade de teu servo, porque obrei mui loucamente.

- Deus perdoa o pecado do homem, mas tem a sua consequência.

- Deus usa o profeta Gade que vá até Davi levar a sua escolha.

V. 10: Vai e fala a Davi, dizendo: Assim diz o Senhor: Três coisas te proponho; escolhe uma delas, para que eu ta faça.

- Essa é a única vez na Bíblia em que Deus oferece diferentes formas de punição a alguém.

V. 11: E Gade veio a Davi, e lhe disse: Assim diz o Senhor: Escolhe para ti:

V. 12: Ou três anos de fome, ou que três meses te consumas diante de teus adversários, e a espada de teus inimigos te alcance, ou que três dias a espada do Senhor, isto é, a peste na terra e o anjo do Senhor destruam todos os termos de Israel; vê, pois, agora que resposta hei de levar a quem me enviou.

- Você como crente qual castigo escolheria?

- Davi respondeu ao profeta Gade: Estou em grande angústia.

- Davi pensou: Três anos de fome na terra muitos iriam morrer.

- Três meses os adversários me consumindo seria terrível.

- Que caia eu três dias sobre a espada do Senhor, mas que eu não caia nas mãos dos homens.

- Davi conhecia a misericórdia do Senhor, um Deus que perdoa.

- A disposição de Davi para cair nas mãos do Senhor demonstrava sua completa confiança na graça divina.

- Até mesmo quando Deus o estava castigando, Davi confiou nele, em vez de ter confiança nos homens, pois a natureza perdoadora de Deus oferecia complacência sem igual.

- O Senhor demanda do ser humano certas condições para que Ele aja de uma maneira ou de outra. Uma delas é a oração, pois, frequentemente, Deus escolhe agir em casos específicos de acordo com a maneira como o indivíduo clama.

- Sem sombra de dúvida, aqui, este é o caso, pois o Senhor mandou um anjo a Jerusalém para destruí-la, mas quando Ele viu o arrependimento de Davi e ouviu a sua intercessão, Ele se arrependeu.

- Na peste que o anjo lançou sobre Israel morreram setenta mil homens.

- Davi se condoeu muito pela aquela matança dos homens de Israel pela peste.

V. 17: E disse Davi a Deus: Não sou eu o que disse que se contasse o povo? E eu mesmo sou o que pequei e fiz muito mal; mas estas ovelhas, que fizeram? Ah! Senhor meu Deus, seja a tua mão contra mim, e contra a casa de meu pai, e não para castigo de teu povo.

V. 18: Então o anjo do Senhor disse a Gade que dissesse a Davi que subisse Davi para levantar um altar ao Senhor na eira de Ornã, o jebuseu.

- Foi Davi quem pecou, seria Davi que teria que ir na eira de Ornã levantar um altar ao Senhor.

- Por que o altar teria que ser erguido na eira de Ornã?

- O altar foi erguido precisamente onde o anjo do Senhor pôs-se com a espada desembainhada para a destruição de Jerusalém.

- Esse lugar de julgamento se tornou, portanto, lugar de graça e perdão.

V. 26: Então Davi edificou ali um altar ao Senhor, e ofereceu nele holocaustos e sacrifícios pacíficos, e invocou o Senhor, o qual lhe respondeu com fogo do céu sobre o altar do holocausto.

- Davi ofereceu o sacrifício a Deus, e Deus respondeu com fogo.

- Deus responde as nossas orações e clamores com fogo, com graça.

- O fogo de Deus sobre o sacrifício foi o sinal que Deus estava perdoando a Davi.

I Cr. 22.1: E disse Davi: Esta será a casa do Senhor Deus, e este será o altar do holocausto para Israel.

II Cr. 3.1: E começou Salomão a edificar a casa do Senhor em Jerusalém, no monte Moriá, onde o Senhor se tinha mostrado a Davi, seu pai, no lugar que Davi tinha preparado na eira de Ornã, o jebuseu.

- O templo de Salomão foi erguido no monte Moriá, onde era a eira de Ornã, conforme Davi havia dito, que ali seria a casa do Senhor.

- Era um lugar significativo para Davi e para Israel.

Conclusão:

Lm. 3.22: As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não tem fim.

 

 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos