Home
 
 
 
 
 
 
 

08/05/2021

                                         A Chamada Cristã                                       

II Pe. 1.10,11

Int.: Pedro, o apóstolo da esperança, fala aos novos crentes a manterem firme a vocação e eleição da salvação em Cristo Jesus.

      Na primeira carta, Pedro procura encorajar os crentes que estavam sofrendo terríveis perseguições de fora. Na segunda carta, Pedro encoraja os crentes a manterem os princípios doutrinários que lhes garantam a salvação eterna.

      Simão Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo, é o escritor desta Epístola. O primeiro nome, Simão, sugere a sua velha e instável natureza.

      Pedro, que significa rocha, sugere a nova natureza, forte e fiel, que Cristo lhe deu. Ele se autodenomina servo de Jesus Cristo.

      Nesta Epístola Pedro incentiva aos crentes a olharem para o céu enquanto habitam por um pouco de tempo neste mundo mau.

II Pe. 1.12: Pelo que não deixarei de exortar-vos sempre acerca destas coisas, ainda que bem as saibais e estejais confirmados na presente verdade.

- Pedro estava dizendo que não deixaria de exortá-los acerca da salvação e do reino eterno do Senhor Jesus Cristo.

I- As Bênçãos de Deus Estão Sobre o Seu Povo.

- Neste primeiro capítulo o apóstolo Pedro saúda a igreja desejando que às bênçãos de Deus estejam sobre o seu povo. Pois tudo aquilo que precisamos vem da vontade do Senhor Jesus Cristo.

      O apóstolo Pedro incentiva e exorta para que cada irmão cresça espiritualmente por meio da fé, do conhecimento, da perseverança, do domínio próprio, da piedade e na sincera fraternidade que é o amor uns  para com os outros.

      Pedro confirma a grandiosidade da glória do Senhor, pois foi testemunha presencial do ministério do Senhor Jesus. O seu testemunho é valioso e verdadeiro.

      Pedro esclarece a igreja que a autoridade das Escrituras é completamente divina. Sua origem não é de homem algum, mas veio da parte de Deus. Os homens foram instrumentos usados pelo Espírito Santo de Deus para transmitir a verdade eterna.

- Pedro diz aqui que todo aquele que tem a fé preciosa tem acesso igualmente a Deus por meio de Jesus Cristo.

- Amados através do poder de Jesus, na sua morte e ressurreição, foi nos dado todas as coisas que precisamos para viver em novidade de vida.

II- A Segurança da Salvação do Crente.

V. 10: Portanto, irmãos, procurai fazer cada vez mais firme a vossa vocação e eleição; porque, fazendo isto, nunca jamais tropeçareis.

- Procurai aqui é: Se dedique, se esforce, lute pela sua fé.

Jd. 3: Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos.

- Cada crente deve batalhar pela sua fé, pela sua salvação.

- Se o crente não cuidar da sua salvação, quem é vai cuidar?

Mt. 11.12: E, desde os dias de João Batista até agora, se faz violência ao reino dos céus, e pela força se apoderam dele.

- Força aqui que Jesus diz é: Dedicação, esforço, luta para entrar no céu.

- Pedro diz no verso 10: “Fazer cada vez mais firme a vossa vocação”.

- Pedro mostra aqui que o cuidado da salvação é pessoal, cada crente deve cuidar para estar firme na presença de Deus.

- O crente vai sendo edificado a cada dia na presença de Deus.

- É como um prédio em construção, cada dia nós vamos colocando um tijolinho na construção do prédio.

Jd. 1.20: Mas vós, amados, edificando-vos a vós mesmos sobre a vossa santíssima fé, orando no Espírito Santo.

- Eu destaco aqui no versículo a frase: “Edificando-vos a vós mesmos sobre a vossa santíssima fé”.

- É cada crente cuidando de si mesmo.

- Cada crente é o pedreiro do seu próprio prédio.

- Construa a sua comunhão com Deus na vossa santíssima fé.

- O cristão deve confirmar em seu coração o chamado de Deus para a sua vida. Pela graça de Deus, em Jesus Cristo, nossos pecados foram perdoados para glória de Deus.

- O crente é um eleito de Deus.

I Pe. 2.9: Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.

- Deus nos vocacionou para a salvação em Jesus Cristo.

- A Igreja de Jesus Cristo é a nação santa de Deus.

- Deus nos elegeu para a salvação em Jesus Cristo.

- Nós somos o povo adquirido de Deus.

- Agora em Cristo Jesus somos de Deus.

- Valorize a sua comunhão com Deus, valorize a sua salvação.

V. 10: Porque, fazendo isto, nunca jamais tropeçareis.

- Fazendo o que?      

- Fazendo firme a vocação e eleição em Cristo Jesus.

- Cuidando da comunhão com Deus e da salvação.

- O crente que põe Deus em primeiro lugar na sua vida, que busca a Deus constantemente, que lê e pratica a palavra de Deus, jamais vai tropeçar.

- Mas se o crente descuidar da sua comunhão com Deus.

- Se o crente não buscar a edificação da sua fé.

- Então este crente está sujeito a tropeçar e cair.

V. 11: Porque assim vos será amplamente concedida a entrada no reino eterno de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

- Aceitamos a Jesus como salvador pessoal, para termos os nossos pecados perdoados e alcançarmos a salvação eterna em Cristo Jesus.

- Nosso empenho e dedicação é para entrarmos no reino eterno de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

I Co. 15.19: Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.

- Paulo está dizendo: se o crente aceitou a Jesus só para alcançar as bênçãos terrenas, este crente é o mais miserável de todos os homens.

- As bênçãos terrenas acompanham a salvação.

- Mas a nossa benção maior é a entrada no reino eterno de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

- O crente não pode perder o foco do céu.

- O crente não pode se deixar distrair com as coisas desta vida.

- O fim da nossa fé é a salvação da nossa alma.

I Pe. 1.9: Alcançando o fim da vossa fé, a salvação das almas.

- O propósito final da nossa comunhão com Deus, da nossa fé em Jesus Cristo é a salvação eterna, é os céus.

- Vale a pena todo esforço e toda dedicação pela nossa salvação.

- A vida cristã é uma jornada em direção ao céu.

- Nessa jornada encontraremos alguns percalços, mas não devemos nos desviar da rota.

- A estrada para chegarmos ao céu, tem algumas pedras e espinhos, mas devemos desviar deles e seguir em frente.

- Não deixe nada desta vida tirar o seu foco do céu.

- Você foi chamado para uma eterna salvação em Cristo Jesus.

- Seja abençoado nessa jornada em direção ao céu.

 

 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos